Strenx® 1100 E/F

Baixar ficha técnica

Selecionar idioma

Get datasheet by email
Close

Get datasheet by email

    Descrição geral do produto

     O Strenx® 1100 E/F é um aço estrutural, que possui um alto limite de escoamento de, no mínimo, 1100 MPa.

    Algumas das aplicações típicas são estruturas com altas exigências quanto à sustentação de carga. Apesar da sua resistência, o material é surpreendentemente fácil de soldar e dobrar.

    São algumas das vantagens do Strenx® 1100 E/F:

    • Boa soldabilidade com excelente resistência e tenacidade na ZTA
    • Excelente consistência ao longo da chapa garantida por tolerâncias estreitas
    • Alta resistência ao impacto, resultando em boa resistência a trincas
    • Superior capacidade de dobra e qualidade de superfície

    Faixa de dimensões

    O Strenx® 1100 E/F está disponível em chapas com espessuras de 4.0 – 40.0 mm. O Strenx® 1100 E/F está disponível em larguras de até 3200 mm e comprimentos de até 14630 mm, dependendo da espessura. Informações mais detalhadas sobre as dimensões são fornecidas no programa de dimensões.

    Propriedades mecânicas

    Ocultar/mostrar colunas específicas Editar
    Selecionar colunas a serem exibidas
      Espessura
      (mm)
      Força de escoamento Rp0,2
      (min MPa)
      Resistência à tração Rm
      (MPa)
      Alongamento A5
      (min %)
      4.0 - 4.9 1100 1250 - 1550 8
      5.0 - 40.0 1100 1250 - 1550 10
      Comparar parâmetros

      Selecione um parâmetro para comparar

      Comparação

        Para corpos de prova transversais.

        Propriedades de impacto

        Ocultar/mostrar colunas específicas Editar
        Selecionar colunas a serem exibidas
          Produto Energia mínima para o teste Charpy V transversal em corpos de prova de 10x10 mm 1)
          Strenx® 1100 E 27 J / -40 °C
          Strenx® 1100 F 27 J / -60 °C
          Comparar parâmetros

          Selecione um parâmetro para comparar

          Comparação

            Produto
            Strenx® 1100 E
            Energia mínima para o teste Charpy V transversal em corpos de prova de 10x10 mm 1)
            27 J / -40 °C
            Produto
            Strenx® 1100 F
            Energia mínima para o teste Charpy V transversal em corpos de prova de 10x10 mm 1)
            27 J / -60 °C

            1) Salvo acordo em contrário, serão aplicados os testes de impacto transversal, de acordo com a norma EN 10025-6 opção 30. No caso de espessuras entre 6 - 11,9 mm, são utilizadas amostras em V Charpy de dimensão reduzida. O valor mínimo especificado é, nesse caso, proporcional à área de seção transversal da amostra, comparada a uma amostra de tamanho padrão (10 x 10 mm).

            Composição química (análise de cadinho)

            Ocultar/mostrar colunas específicas Editar
            Selecionar colunas a serem exibidas
              C *)
              (max %)
              Si *)
              (max %)
              Mn*)
              (max %)
              P
              (max %)
              S
              (max %)
              Cr*)
              (max %)
              Cu*)
              (max %)
              Ni*)
              (max %)
              Mo*)
              (max %)
              B*)
              (max %)
              0.21 0.50 1.40 0.020 0.005 0.80 0.30 3.0 0.70 0.005
              Comparar parâmetros

              Selecione um parâmetro para comparar

              Comparação

                Aço de grãos refinados. *) Elementos de liga intencionais.

                Carbono equivalente CET(CEV)

                Ocultar/mostrar colunas específicas Editar
                Selecionar colunas a serem exibidas
                  Espessura (mm) 4.0 - 4.9 5.0 - 7.9 8.0 - 14.9 15.0 - 40.0
                  Strenx® 1100 E Max CET(CEV) 0.37 (0.57) 0.38 (0.58) 0.39 (0.62) 0.42 (0.73)
                  Strenx® 1100 F Max CET(CEV) 0.40 (0.70) 0.40 (0.70) 0.42 (0.73)
                  Comparar parâmetros

                  Selecione um parâmetro para comparar

                  Comparação

                    CET and CEV formula

                    Tolerâncias

                    São dados mais detalhes nos catálogos da Strenx® Guarantees.

                    Espessura

                    Tolerâncias de acordo com as Garantias de Espessura Strenx®.

                    As Garantias Strenx® atendem os requisitos da norma EN 10029 Classe A oferecendo, porém, tolerâncias mais apertadas.

                    Comprimento e Largura

                    De acordo com o programa de dimensões da SSAB. Tolerâncias de acordo com a EN 10029.

                    Formato

                    A SSAB oferece tolerâncias de acordo com a norma EN 10029.

                    Planicidade

                    Tolerâncias de acordo com as Garantias de Planicidade Strenx® Classe D, as quais são mais apertadas do que a norma EN 10029 Classe N.

                    Propriedades de superficie

                    Conforme a EN 10163-2, Classe A, Subclasse 3.

                    Condições de entrega

                    A condição de entrega é Temperado e Revenido. As chapas são entregues com bordas aparadas por meios mecânicos ou térmicos. Bordas não aparadas sob acordo.

                    Os requisitos de entrega podem ser encontrados no material informativo da SSAB - Strenx® Guarantees ou no site www.ssab.com.

                    Fabricação e outras recomendações

                    Soldagem, dobra e usinagem

                    As recomendações de processamento da SSAB estão disponíveis em www.ssab.com ou através do nosso Suporte Técnico.

                    O Strenx® 1100 E/F possui garantias de dobra de acordo com as Garantias de Dobra Strenx® Classe C.

                    O Strenx® 1100 E/F obtém as suas propriedades mecânicas através de têmpera e posterior revenimento. As propriedades da condição de entrega não podem ser conservadas após a exposição do produto a temperaturas acima de 200ºC.

                    Devem ser tomados os devidos cuidados de saúde e segurança ao soldar, cortar, retificar ou executar qualquer outro trabalho neste produto. O processo de retífica, especialmente de chapas revestidas com primer, pode gerar poeira com alta concentração de partículas.